01Nov, 2017
Reservação é a estratégia da Secretaria da Agricultura para enfrentar estiagem

Reservação é a estratégia da Secretaria da Agricultura para enfrentar estiagem

Estimular a reservação da água é a aposta que a Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento está fazendo para minimizar os efeitos do forte período de estiagem previsto para 2018. Ao participar no último dia 17, em São José do Rio Preto (SP), de um evento preparatório para o 8º Fórum Mundial da Água, o secretário Arnaldo Jardim disse que já abriu diálogo com o secretário do Meio Ambiente, Maurício Brusadin, para dar celeridade ao processo de licenciamento para construções de reservatórios para agricultores.

Para o secretário, que também abordou o assunto em entrevista publicada em 14 de outubro pelo jornal Cidade de Bauru, “cada vez que o produtor quer fazer uma represa, leva anos para conseguir autorização. É necessário simplificar porque reservar água é importante e também contribui para o meio ambiente. A ação contribui com o equilíbrio da fauna e da flora”, disse Jardim à jornalista Cinthia Milanez.

Lição

O secretário lembra que São Paulo passou pela maior seca de sua história, há dois anos, e aprendeu a lição. “Na época, chegamos a adotar restrições para a irrigação”, relembra. Arnaldo Jardim acredita que a solução implica na mudança do conceito de manejo dos recursos hídricos: ter mais reservação e critério na utilização.

“Amigo da Natureza”

Na avaliação do secretário, o País está conseguindo se livrar do estigma pejorativo da agricultura como atividade predatória. "Pelo 5.º ano consecutivo, apresentamos um aumento da cobertura vegetal ativa em todo o Estado, assim como da produção agrícola. Nós não estamos mais desmatando, pelo contrário, estamos recompondo a mata. Logo, garanto que a agricultura do Estado é sustentável", acrescenta.

Evento

O evento de Rio Preto reuniu representantes dos 21 comitês de bacias do Estado de São Paulo, que participaram do XV Diálogo Interbacias de Educação Ambiental em Recursos Hídricos e também representantes dos comitês dos estados de Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro, que paralelamente estiveram no Encontro Regional Sudeste de “Gestão Participativa e Social da Água”. Ambos os eventos promoveram discussões para o Fórum Cidadão do 8º Fórum Mundial da Água. Na oportunidade foram apresentadas tecnologias locais, sendo que os resultados destes encontros regionais serão levados em março de 2018, para o evento mundial em Brasília. A ASPIPP, que tem atuação ativa no CBH-Alpa como vice-presidente (comitê) e CBH do Rio Paranapanema, foi representada neste evento pela diretora Executiva, Priscila Silvério Sleutjes.

da  Assesssoria de Comunicação | ASPIPP

Endereço

Avenida das Posses, 120
Bairro: Campos de Holambra
Paranapanema - São Paulo
aspipp@aspipp.com.br
FONE 14 | 3769.1788

Horário de Atendimento

Segunda a Sexta das:
07:30 – 12:00 / 13:30 as 17:00