01Jun, 2021
CTASI define agenda estratégica e ações que serão trabalhadas pelo setor

CTASI define agenda estratégica e ações que serão trabalhadas pelo setor

Após duas reuniões preliminares, onde foram discutidos individualmente os temas prioritários para serem trabalhados nos segmentos de irrigação e sustentabilidade, a Câmara Setorial de Agricultura Sustentável e Irrigação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (CTASI-MAPA) esteve reunida em ambiente virtual, na última quarta-feira (21), quando fez os últimos ajustes e definiu a sua agenda estratégica da CTASI neste exercício.

Na reunião, os integrantes definiram que a CTASI atuará em quatro grandes frentes relevantes para o setor. Para isso, o colegiado foi dividido em grupos temáticos, com a participação de até 5 componentes em cada. “Com isso, potencializamos a qualidade técnica dos representantes, na medida em que trabalhamos todas as questões planejadas para o ano”, disse a engenheira Priscila Silvério Sleutjes, que representa a ASPIPP e preside o órgão.

Grupos e ações

Dentre os grupos, o de impactos regulatórios, por exemplo, focará sua atuação na mitigação das regulamentações na obtenção de autorização de barramentos; em licenciamento para atividade irrigada; em normativas para segurança de barragem; nas questões de outorga e na articulação da criação de um Conselho Nacional de Irrigação.

Um segundo grupo temático, sobre crédito e assistência técnica e extensão rural, desenvolverá ações para facilitar o acesso ao financiamento de barramentos e equipamentos de irrigação, bem como no fomento para oferta de recursos e de manejo de solo, que acaba por limitar o potencial de irrigação.

Outros dois grupos, atuarão nas questões se sustentabilidade, mais especificamente nos temas de informações e recomendações técnicas, sendo que o último, de fundos e fomentos à sustentabilidade agropecuária e irrigação, com ações de política ao pequeno e médio produtor; suporte ao manejo do solo e água; subsídio a sistemas sustentáveis; qualidade e custo de energia elétrica e disponibilidade de rede trifásica para irrigação.

Outros assuntos

Além do ajustamento de agenda, a reunião teve duas apresentações: a de Rogério Vian, que trouxe informações institucionais sobre o Grupo Associado de Agricultura Sustentável (GAAS) e também de Soraya Carvalho Barrios de Araújo, da Coordenação-Geral de Conservação de Solo e Água do Mapa, que trouxe informações do programa Águas do Agro, que deve ser lançado em junho pelo Governo Federal.

Da Assessoria de Comunicação | ASPIPP

Endereço

Av. das Posses, 120
Bairro: Campos de Holambra II
Paranapanema
financeiro@aspipp.com.br
(14) 3769-1788

Horário de Atendimento

Segunda a Sexta das:
07:30 – 12:00 / 13:30 as 17:00